DEZEMBRO DE 2016 - BOAS FESTAS -- Que o ano de 2017 nos dê coisas boas.

Ache essas e outras imagens no site ClickGrátis

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

41- Massangulo - Viaturas minadas (Parte 3)



-Recuperação de viatura minada na picada de Massangulo para Mandimba.

-Á data de 13/12/1971, tinha a Companhia cerca de um mês de presença em Moçambique.
-Nesta altura estava eu no quartel em Vila Cabral pela primeira vêz afim de ver a realidade do que aqui me tinham deixado relacionado com a carga auto e lembro-me muito bem de ter sido chamado ao Comandante do Batalhão de Vila Cabral Tenente Coronel Jaques, afim de saber a minha opinião de como recuperar não esta, mas sim uma berliet que fora minada perto deste local onde um camarada furriel ficou sem um pé. Apenas disse que não tinha meios, nem pessoal, nem experiência e que só quem podia resolver a situação era precisamente o Comandante, que neste caso foi muito rápido nas decisões.
-Quem manda pode e em pouco mais de uma hora estava a sair do quartel uma coluna impressionante com mais de 50 homens armados convenientemente, mecânicos, pronto socorro, e tudo o que fosse  necessário, sendo a comandar precisamente o Comandante do Batalhão.
-Chegámos ao local já muito depois do almoço (que foi a racção de combate em plena picada) e em pouco mais de duas horas conseguiu-se inverter o sentido da marcha da berliet e atrelá-la ao pronto socorro. Ainda antes de noite estávamos de regresso ao quartel de Massangulo que estaria a uns 20 km ?? . Tudo estava em movimento, e já depois de terem passado algumas viaturas pelo local, há mais um rebentamento de mina desta vez num unimog. Logo mais pessoal ferido que ali foi assistido. Com a noite já presente era urgente chegar ao quartel de Massangulo para evacuar os feridos. Foi o mais rápido possível por aquela picada fora e pouco tempo depois lá estava um avião na pista de terra batida de Massangulo,  iluminada de emergência como hábito com os archotes de gasóleo em latas a arder.
-Naquela noite esta viatura ficou na picada a ser guardado pelos nossos militares e logo cedo na manhâ seguinte fomos recuperá-la.
-Aqui tenho uma estória que jamais irei esquecer. Era muito pouco experiente logo muito "Checa" e quando do rebentamento, toda a gente que seguia nas viaturas foi para o chão. Enquanto se fazia a segurança e envolvimento do local, com rajadas e tomadas de posição, eu fiquei deitado perto dum militar já "batido" que me deu um "bailarico" que fáz favor. Eu usava um relógio da moda na altura de marca Seiko, comprado no navio Niassa, em que se podia ver as horas mesmo no escuro. O tal militar ao lado, diz-me que era perigoso pois ao longe podiam ver a luminosidade e atirarem sobre mim. Resultado e sem alternativa e acreditando nesta hipótese, qual corajoso, há que tirar o relógio do pulso e metê-lo num bolso. Hoje passados todos estes anos penso que foi uma boa brincadeira num momento em as coisas não estavam para brincadeiras. A Velhice é um posto em qualquer lado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Foto daquele unimog minado.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Outra foto do mesmo unimog minado.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Aqui estão ambas as viaturas minadas na mesma picada e no mesmo dia e quase no mesmo local.
-Tinham sido recuperadas e levadas para o quartel de Massangulo, tendo na altura sido rebocadas para o P.A.D. de Vila Cabral.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

COMENTÁRIOS:

António disse...
Pertenci à C CAÇ 2759 e estive no Massangulo em Janeiro de 1971, onde não tivemos quaisquer baixas. Vê também o nosso SITE da C,CAÇ 2759.Operámos, então, no monte Livigire, andámos por Maniamba e Mandimba;habitámos nas casas que pertenceram ao célebre Daniel Roxo, antigo caçador profissional e colaborador dos pisteiros, entre outras coisas.Arnaldo Vasques, ex-Alf. Milic. gradº.- Santarém-965451392. Um abraço de ex-combatente.
Quarta-feira, 19 Maio, 2010

Sem comentários: