DEZEMBRO DE 2016 - BOAS FESTAS -- Que o ano de 2017 nos dê coisas boas.

Ache essas e outras imagens no site ClickGrátis

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

34 - Massangulo: Fotos do quartel.



-Esta foto mostra ao fundo o quartel de Massangulo. Na estrada á esquerda era o caminho para a picada até Mandimba e á direita era o aldeamento e a missão.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Aqui estou com o moço que tratava da minha roupa de nome António.

-Foi o empregado que me acompanhou durante todo o tempo em que estive em Moçambique e que tenho o grande prazer de contar algo da história da nossa amizade.
-Quando cheguei a Massangulo afim de receber a carga correspondente á secção auto proveniente da companhia ?? que regressaria a Portugal, uma das minhas preocupações era arranjar alguém capaz que me trabalhasse  as roupas e quarto, pois a carga a passar estava tudo organizado e o pessoal sabia qual o papel a desempenhar no momento. O furriel mecânico auto que fui render pôs-me á vontade naquele aspecto e quanto ao empregado disse-me que o que trabalhava para ele era muito bom, tendo ficado a trabalhar depois para mim e os outros furrieis da mesma instalação. Constactei através dos tempos que era mesmo verdade a opinião daquele ao ponto deste homem ter-me acompanhado até ao dia em que regressei a Portugal. Garanto que o "moço" era tratado por mim com todo o carinho possível e que nunca lhe faltou nada do que era possível  pela minha parte. Éramos no fundo Amigos  e eu tinha toda a confiança nele. Pelo Natal nós os furrieis vestíamo-lo com roupas novas e outros mimos.
-Quando já estávamos em Malema, eu de vez em quando ia a Nova Freixo afim de ir buscar material para as viaturas e numa dessas idas, quando cheguei já noite reparei em cima da mesa (tipo secretária) que tinha no meu quarto para trabalhar, umas notas e moedas e não sabia de quem eram. Perguntei aos meus camaradas do quarto, tendo me sido dito que tinha sido o António  que as tinha retirado dum bolso do camuflado que estava para lavar e posto em cima da mesa. Se dúvidas não tinha sobre este homem, alí elas foram totalmente enterradas.
-Quando regressei a Portugal ele queria vir comigo, mas além de vir de avião, havia muita dificuldade em conseguir que o pessoal pudésse vir para o continente não sendo cá nascido. Lá ficou com lágrimas nos olhos e eu também na hora da despedida. Não faço idéia do que se passou na sua vida depois, mas francamente muito gostaria de saber. Como?...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Estou junto a uma imagem de Fátima (?) que estava no largo onde havia sombra de uma imponente árvore.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Estou no mesmo local acompanhado do meu camarada Barros (1º cabo condutor) e um outro que não sei
quem é pois não tenho identificado.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Massangulo, 01/04/1972

---------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Em Massangulo com o meu camarada fur.Barbosa e um macaco que era familiar da malta.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Eis o macaco que por vezes nos acompanhava em deslocações de viatura.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Aqui tem um outro mais pequeno sobre a sua custódia.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------


-A minha especialidade era mecânico auto, mas se necessário umas morteiradas também se despachavam bem ou mal. No caso foi só para a fotografia.de recordação em 27/02/1972.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Poderíamos estar de partida num unimog 411(Mais conhecidos por "pinchas") para a missão de Massangulo a cerca de um Km. Estou ao volante, ao meu lado o Barbosa e por tráz o Barros(condutor) e o Rodrigues(mecânico). A pedir boleia está o camarada Albertino(1º cabo radiotelegrafista).

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Em Massangulo havia um número de viaturas razoável, para dar satisfação ás necessidades da logística da Companhia e outros de carácter da psicó.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Outra fotografia de algumas das viaturas pertença da carga da C.Caç.3468 em Massangulo.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------


-Esta máquina era para abrir estradas e pertencia a uma companhia de engenharia (?) que estava a trabalhar na zona de Massangulo.

Sem comentários: